06 junho 2009

coisas de fera-gente

art by snik38

os lobos uivam e é infindável o rio de sangue a crú que se derrama nas almas da cidade. reviu.

regressa. pés ainda feridos do correr.

no seu deserto sem nome nem país, uma ave acena. chegou enfim a casa.

é urgente dormir para amanhã, ao despertar, esquecer. matando esse passado. reganhando o direito a um presente. de paz.


image by benarts

4 comentários:

  1. A Paz é um direito em caminho aberto e livre.


    Suave andar.

    ResponderEliminar
  2. Ainda que lobos... uivamos por voltar.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Tantas vezes o passado nos persegue
    um abraço
    tulipa

    ResponderEliminar